Somos uma família cristã. A nossa missão é adorar a Deus, ensinar a Sua Palavra e comunicar Jesus Cristo, o único que pode perdoar, dar a salvação e uma vida de qualidade 

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006

Dia de Educação Teológica

Para este fim-de-semana, nas Igrejas Baptistas do Algarve, estava programado um programa especial dedicado à Educação Teológica. No Sábado, na Igreja de Tavira, ia haver um programa feito com seminaristas e professores do Seminário, especialmente preparado para jovens. No Domingo cada Igreja teria um culto dedicado à Educação Teológica com a presença de um ou dois seminaristas. Devido a doenças e outras razões que desconhecemos, o programa de Sábado foi desmarcado porque os seminaristas e professores, lamentavelmente, não puderam estar presentes. Não sabemos se todas as Igrejas mantiveram os seus cultos dedicados à Educação Teológica. As Igrejas de Alfandanga e Olhão mantiveram. O pastor das duas igrejas foi quem pregou sobre o tema e aqui fica o esboço um pouco alargado da mensagem.


MENSAGEM

Texto Bíblico - Isaías 61:1-3; Jeremias 1:9-10

Propósito – Desafiar os crentes a dizer “eis-me aqui envia-me a mim”, quando chamados por Deus para proclamar a Boa Nova da Salvação.

Introdução:

Dia de Educação Teológica. Estes textos estão associados aos seminaristas... chamada para o ministério.

O crente foi salvo para servir no Reino de Deus e serve-o proclamando a Boa Nova - levando o Evangelho de JC àqueles que estão na escuridão do pecado, que estão em trevas porque ainda não viram a Luz de Deus.

Todos os crentes foram chamados para anunciar

I. Proclamar liberdade aos cativos: (ou seja, presos, sujeitos à escravidão.)

A) Escravos de superstições, crendices (devoção aos mortos, relíquias, etc.)

B) Sentimentos - amargura, rancor, ódio, inveja, ciúme, maledicência, mentira, hipocrisia

C) Estilos de vida - que muitas vezes contribui para a sua própria degradação enquanto homem (...)


II. Restaurando os contritos de coração:

Quando anunciamos, o Espírito Santo fala ao coração do pecador. Quando este reconhece o seu pecado, e se arrepende, tem o firme propósito de virar as costas ao pecado e virar-se definitivamente na direcção de Deus,

É aí que entra a segunda parte da nossa missão: Fomos chamados para ajudar a reparar vidas desfeitas pelo pecado, problemas, pressões da vida, desilusões, fracassos. (restaurar significa reparar, repor)

Os Contritos de coração choram pelo seu pecado. Os que já foram consolados devem agora desempenhar o papel de consoladores. CONSOLAR – é aliviar a dor, o sofrimento de outra pessoa. É confortar, é animar, é colocar um novo sorriso no rosto daquele que chora.

III. Será possível eu desempenhar tal tarefa?

Se calhar não porque também eu me encontro preso a algo que não consigo me libertar (estilo de vida, sentimento, atitude)

Como posso eu proclamar liberdade se não vivo a liberdade em sua plenitude? Não posso falar de liberdade se verdadeiramente não conheço o que é liberdade.

É necessário romper com o estilo de vida que levamos e conformarmo-nos com o estilo de vida proposto por Deus. (Romanos 12:2 – “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”) – (Não podemos tomar a forma deste mundo porque senão vamos fazer o mesmo que as pessoas deste mundo – um exemplo: Grupo de adolescentes que matou o sem-abrigo no Porto. Alguns se não estivessem no grupo, nunca teriam feito aquilo... mas tomaram a forma do grupo e cometeram aquele crime horrível)

É necessário que aconteça uma verdadeira metamorfose de pensamento, coração de estilo de vida. UMA TRANSFORMAÇÃO.


Conclusão:

Proclamar liberdade ao cativos, abrir a prisão aos presos – foram-nos dadas as chaves do Reino que abrem toda e qualquer prisão, começando pela que nos encontramos.

Depois de Cristo, a Verdade, nos libertar, então, como homens e mulheres verdadeiramente livres, proclamemos liberdade aos cativos e ajudemos outros a saírem de suas prisões.

Fomos ungidos para tal tarefa e temos o Espírito do Senhor sobre nós. (Mateus 28:19-20)
Pensemos seriamente no desempenho da nossa tarefa. Ela também é nossa, não é só para os seminaristas.
escrito p/ jaime fernandes às 14:52
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 08:43
Todos tem uma missão mas infelizmente gostamos de delegar muita coisa nos outros...Até a educação dos filhos...PDivulg
(http://lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)

Comentar post

online

. mais sobre mim

. a ieba

Horário de Domingo

Onde estamos

Quem somos

Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisar

 

. posts recentes

Novo Blog da ieba

Um Natal de Paz!

Santificação automática

Parabéns, Tânia e Rui

O cristianismo de hoje

A maldição do homem moder...

Desfrutar do céu

Semelhante a um sino de p...

O Baptismo - II

Estás pronto?

. arquivos

Dezembro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

. assuntos (tags)

aiba

alfandanga

amor

baptismo

blog

blogs da ieba

bog da ieba

família

ieba

igreja

igreja evangélica baptista de alfandanga

igrejas baptistas

igrejas evangélicas

músicas

novo blog

Páscoa

reflexões

sapo

todas as tags

. orar por Portugal

. ligações

. últimas fotos

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt

subscrever feeds